Nationals 3 vs 7 Phillies

E seguindo o ritmo dos temas musicais, temos que dizer a Raul Ibanez: “Don’t stop believin”. Com mais uma incrível atuação, Raul Ibanez liderou os Phillies na varrida contra os Nationals.

Sua atuação se resumiu a 3 rebatidas em 4 oportunidades, sendo um HR e uma rebatida dupla, impulsionando 3 das 7 corridas dos Phillies no jogo.

E não foi um lampejo: Durante toda a série, os impressionantes números de Raul Ibanez apresentaram 8-12 (Rebatidas em Oportunidades no bastão), ou seja, só passou em branco uma vez por jogo. Além disso, uma soma de 5 RBI e 2 HR. Sua BA subiu de .154 para .214 em três jogos. Está bom pra você? Pra mim sim. Ainda vou colocar na conta do umpire que uma das corridas dos Nats devia ter sido evitada, já que Ibanez devolveu pro catcher que conseguiu (na minha opinião) fazer o tag no corredor. Pro Umpire que estava ali do lado, o ponto foi válido. Uma pena..

Mas ainda é uma dúvida se Raul Ibanez continuará com esse nível de baseball, ou se irá voltar ao patamar anterior. Suas declarações pós jogo é que ele voltou a acreditar em si mesmo e no seu pontencial, por isso: Don’t stop believin. Please! Sou meio cético, mas vou continuar acreditando também.

Ryan Howard recebeu 3 strikeouts e 1 walk. Acabou marcando uma corrida sem esforço algum, mas foi quase uma nulidade no jogo. São 34 em 30 jogos. Um valor alto até para o seu patamar e pior ainda comparado com os seus rivais de mesmo nível na função (Mark Teixeira, Pujols, Votto). Ao menos ele é, o líder em RBI com 29. Ou seja, os strikeouts excessivos são mais um sinal amarelo do que um alerta vermelho.

Shane Victorino, incrível como sempre, rebateu um HR e chegou ao seu 150 roubo de base na carreira. O bonito é que o lance foi um roubo duplo, junto de Jimmy Rollins que completava ao mesmo tempo a sua 350 batida de carteira. O bacana do HR é que ele mostrou exatamente a vantagem da troca de posições no lineup: Rollins estava em base e a paulada de Victorino valeu duas corridas.

Bastardo jogou uma entrada e cedeu duas rebatidas e uma corrida. Ryan Madson deu conta como closer e não cedeu bases.

Por último, porém MAIS IMPORTANTE, Doc Halladay é mesmo de outro planeta. Foram 7 innings jogados, com apenas duas corridas cedidas e 10 strikeouts. Foram 110 arremessos e pelo bom senso, já estava na medida. Infelizmente a falta de entrosamento com o sardinha impediram uma atuação ainda mais espetacular do Doc. Talvez se ccooch estivesse no Home Plate, seria até um shutout…

Sobre os Nationals: Quem quer saber dos Nats? Tomaram uma varrida e vão voltar mais tristes pra casa. O nosso papo agora é com os Braves.

0 Responses to “Nationals 3 vs 7 Phillies”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Agenda

maio 2011
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

RSS ESPN Baseball

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Twitter do Jack


%d blogueiros gostam disto: