Reds 6 x 3 Phillies

Ninguém é perfeito.

Ryan Madson começou a temporada como um reliever. Brad Lidge, sem dúvida nenhuma é o closer dos Phillies. Mas com o herói de 2008 na DL, Jose Contreras assumiu a posição.

Mas Contreras também se machucou.

Foi aí que Madson dispontou como uma das mais gratas surpresas do time da Philadelphia. Em 9 situações de save, levou pra casa as 9. Sem ele, não estaríamos tão bem no standings. Madson não recebia uma corrida desde o dia 18 de Abril. E aquela era a única corrida até então. Um Era de 0.47.

Mas aí vieram os Reds.

Vance Worley foi outra grata surpresa. Veio da Triple-A quando Joe Blanton foi enviado para a DL pela primeira vez na temporada. Voltou ao time na segunda viagem do velho Joe.  Em seus dois jogos como Starting Pitcher, cedeu apenas uma corrida e anotou 2 wins. Sempre atuando por 6.0 IP. Autou ainda como reliever obtendo grande sucesso.

Mas aí vieram os Reds.

Ninguém é perfeito. O problema é que o Baseball cobra perfeição. Diferente de outros esportes, fica muito claro quando um jogador tem uma atuação abaixo do esperado. Os erros de um jogador são sentidos por um time inteiro. As vezes não é nem uma questão de erros, mas um dia onde não se foi perfeito. Algo que seria aceitável em qualquer lugar do mundo, mas o Baseball cobra.

O jogo de ontem já começou complicado. Worley não conseguiu segurar o MVP da NL no último ano Joey Votto e nem Scott Rolen, cedendo uma corrida logo no primeiro inning. Mas Worley enfrentou de frente Jay Bruce pra fechar a entrada. O lineup dos Reds é casca grossa.

Na parte baixa da primeira entrada, os Phillies não demonstraram nem um pouco do poder ofensivo do primeiro jogo. Nenhuma rebatida válida, nenhum strikeout. Rollins, Utley e Polanco.

Na segunda a tensão continuava. Worley parecia tenso, não sei. O que sei é que permitimos dois jogadores em posições de pontuação, antes de conseguir um strikeout no catcher Drew Stubbs para fechar a entrada.

Na parte baixa, a nossa reação começou. Howard resolveu rebater e Ibanez, sempre Ibanez, com uma rebatida dupla acabou impulsionando o nosso 6 pro Home Plate. Domonic Brown, com um sac fly enviou o Left Fielder pra casa e viramos o jogo pra 2 a 1. Ainda ampliaríamos a vantagem pra 3 a 1, justamente com Ibanez anotando a corrida após ser impulsionado por Carlos Ruiz.

O jogo ganhou proporções dramáticas na 5 entrada. Worley cedeu Walk para Johnny Cuetto e vimos Brandon Phillips colocou o pitcher pra correr. O jogo empatou após, na mesma jogada, Brown cometer um erro e mais uma corrida ser anotada. 3 a 3.

No tom dramático que o jogo entrou na 5 entrada, Worley foi retirado. Mas ele não estragou o jogo. Foram apenas 3 corridas. Quantas vezes isso aconteceu? Nesse ponto ele já estava muito nervoso e realmente não seria uma boa decisão mante-lo no montinho. Herndon, Stutes e Bastardo jogaram os innings seguintes, mas ninguém marcou.

Nona entrada. 3 a 3. Madson no jogo. Respiro aliviado e penso que no mínimo vamos ao extra-inning. Madson não tem cedido nada. Fico nervoso. Aos poucos as bases vão sendo preenchidas. Vejo uma das jogadas mais doidas: Drew Stubbs vai pra um Bunt e conseguiria anotar um single. Mas pior do que isso, Madson se apavora e joga a bola pro Howard muito baixa.  Ryan não consegue segurar e Stubbs vai pra segunda. O pior de tudo é que ele é pitcher, não deveria errar a jogada. O pior de tudo é que Polanco estava COMPLETAMENTE naquela bola, mas Madson quase que tirou a bolinha da luva do 3rd base.

Votto recebeu um Walk intencional. Scott Rollen lota as bases. Apenas UM eliminado. A essa altura, um sac fly já resolvia o lado dos reds.

Mas o lineup dos Reds é dureza. Jay Bruce seria o próximo.

Jay Bruce não perdoou e rebateu uma dupla. 3 corridas impulsionadas e os Reds lideram por 6 a 3. Só um milagre libertaria os Phillies.

Na nona entrada, pegamos a parte baixa do lineup. Mayberry, Madson e Rollins. Precisavamos de 3 corridas. Não dava mesmo. Martinez veio para o Pinch-Hit porque Ross Gload estava com problemas abdominais. Mas não importa. Ninguém rebateu. Os Reds ganharam e a série está em 1 a 1.

Sem grandes culpados. Ninguém é perfeito. Todos um dia erram e ao menos Contreras já vai voltar nessa semana para nos dar mais opções. Worley ainda atuou muito melhor do que o Joe Blanton faria. Utley rebateu e Brown conseguiu um RBI. Essa semana continua promissora e vamos com tudo pros próximos dois jogos.

Sim. A série é de quatro jogos. Ainda temos Halladay vs Woods e Lee vs Bailey. Na última vez que tivemos Halladay vs Woods, o pitcher dos Reds levou um Perfect Game até a 9 entrada. Só que aí os Phillies marcaram. 1 0 pra gente.

Torcemos por outra vitória.

0 Responses to “Reds 6 x 3 Phillies”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Agenda

maio 2011
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

RSS ESPN Baseball

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Twitter do Jack


%d blogueiros gostam disto: