Phillies at Nationals

Pela primeira vez até então, um hiato na escrita do blog. Desistência? Nunca. Deixei de acompanhar os jogos? Jamais. Mas a série contra os Mets e principalmente os jogos contra os Nationals me atingiram direto no estômago.

A profecia não vai se cumprir.

Em 2001 os Mariners venceram 116 jogos e se tornaram o time com mais vitórias na Regular Season da história da MLB. Com um time recheado de All Stars (Utley, Polanco, Howard, Rollins, Victorino e Ibanez) e quatro Aces (Halladay, Lee, Oswalt e Hamels) + 1 Joe (Joe Blanton) a expectativa era que o time da Philadelphia conseguisse bater esse recorde.

Essa era a profecia de Rollins.

Mas não vai dar. A temporada veio e os Phillies meio que decepcionaram. Depois de 56 jogos, fizemos apenas 3 varridas. Pra profecia se cumprir, precisaríamos de um aproveitamento superior a .716 e até então .607. Possível até é, mas eu já não acredito mais com tanta força assim.

Agora, é claro que se eu recebi um “soco no estômago” foi porque eu coloquei fichas demais na aposta. Porque se olharmos para a tabela, realmente não dá pra reclamar do Phils.

Mesmo com os inúmeros “moles” e vitórias “escapadas entre os dedos”, ainda impomos a maior quantidade de vitórias da temporada: 34. Somos os líderes da divisão, da liga e da MLB. Está bom pra você? Pra mim está ótimo. Mas como estamos falando das vitórias que escaparam pelos dedos, vamos falar dos Nationals.

Jogo 1: 30/5/2011. Phillies 5 x 4 Nationals – Roy Halladay vs Livian Hernandez.

O que me mata nos Phillies é que sempre precisa ser dramático. No fim, nós ganhamos. Perdemos o que? Umas 3 ou séries no ano? Porém a gente sempre ganha na sufoco. Menos com Roy Halladay.

As vezes nem ele. Veja, nesse jogo quase morremos do coração ao ver Halladay cedendo Home Runs. Sim. 3 Deles para deixa o jogo em uma situação muito complicada. Só que com a empolgação dos jogos contra os Reds e Mets ainda na vista, o ataque jogou bem e vencemos por 5 a 4. Com as lesões indo embora, eu bato palmas para o nosso bullpen também: Bastardo, Contreras e Madson sendo mantido como closer. Lindo.

Nossas corridas foram marcadas por Howard e Ibanez com Home-Runs, além de Domonic Brown com um single. 7 vitória para Halladay para o manter como um dos pitchers com mais Wins no ano.

Jogo 2: 31/5/2011. Phillies 2 x 10 Nationals – Cliff Lee vs Jason Marquis.

Quando os Phillies perdem com Lee no montinho, geralmente eu fico doido. Fico porque sou apaixonado pelos Phillies e porque sei que Cliff Lee é do nível do Halladay. São dois jogadores que fazem parte de uma liga diferente, junto com Tim Lincecum, Jair Jurrjens, Félix Hernandez, CC Sabathia, dentre outros. A liga dos Pitchers do outro mundo. Os caras que os ETs do Space Jam iriam sequestrar, caso o interesse deles fossem com o Baseball ao invés do Basketball. E nós temos dois deles, aleluia.

Sendo assim, geralmente quando Lee ganha uma derrota, a culpa é do ataque que não conseguiu fazer míseras 3 ou 4 corridas. As vezes nem 2, ou uminha só. Já disperdiçamos um jogo de 16 strikeouts esse ano.

Mas nesse jogo foi diferente.

Lee dormiu em algumas bolas, deixando as no meio da zona de strike. Um abraço. Na terceira entrada foram 5 corridas, 3 delas em um Home Run de Espinosa, que ainda marcaria outro Jack na 6. Domonic Brown e Mayberry tentaram dar um show com dois back-to-back HRs na 5, mas somadas as 3 corridas que Baez aceitou, fora a de Zagurski, tomamos uma pedrada de 10 x 2 para empatar a série.

Jogo 3: 1/6/2011. Phillies 1 x 2 Nationals – Roy Oswalt vs John Lannan.

Roy Oswalt é quem gosta de me matar do coração. Com pouquíssimos strikeouts nos últimos jogos, ele vem eliminando os jogadores adversário um a um. Só pode ser de propósito, seria sorte demais. Aquelas bolas que parecem que vão parar no meio da zona e acabam proporcionando rebatidas ruins dos adversários: Bang. Os jogos vão passando e Oswalt cada vez cede menos corridas!

Nesse jogo, a mesma coisa. Oswalt jogou pelos mesmos 5 IP dos últimos jogos e cedeu apenas duas malditas corridas. E o ataque dos Phillies, com Howard e Polanco, nada. Uma corridinha mixuruca só e jogaram uma Loss no curriculum do Roy.

Imagino como pitcher o quanto deve irritar em ver os caras do bastão não impulsionando nada, enquanto você elimina os batedores um a um.

E o pior é que nossa corrida foi marcada no erro dos Nationals, ê laiá.

No final da ópera: Eu dou um desconto. Passamos pelo momento mais turbulento possível da nossa agenda de temporada regular. 20 jogos em 20 dias, incluindo aquele dia louco de 19 entradas com Valdez de Pitcher e levando a vitória. Já está com o mesmo número de vitórias que o Joe Blanton rs.

Enfim, nessa agenda complicadíssima onde essa quantidade absurda de jogos envolveu times com WP > .500, como Cardinals, Reds, Rangers e Rockies, saímos com um saldo final de 10-10. Nesse final de semana enfrentamos os Pirates e a nossa maior dor de cabeça pros jogos a frente serão os Marlins e os Braves que querem brigar pelo nosso lugar na postseason.

Afirmo: Nesse ano, a nossa divisão vai ficar até com o Wildcard. Anotem.

1 Response to “Phillies at Nationals”


  1. 1 Fláviomrk junho 4, 2011 às 1:27 am

    Nessa série, o ataque foi bem em 1 jogo, os pitchers bem em 1 e os Phillies acabaram perdendo.
    Na série contra os Pirates, o Victorino volta e pela primeira na temporada os Phillies vão ter a lineup completa.
    Mayberry foi mandado pra Triple-A.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Agenda

junho 2011
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

RSS ESPN Baseball

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Twitter do Jack


%d blogueiros gostam disto: