Marlins vs Phillies

10 e 11/09/2012 (Philadelphia) – Com dois jogos duríssimos contras os Marlins, os Phillies seguem vivos na luta por uma vaga na Post-Season. Foram duas vitórias nossas enquanto Dodgers, Pirates e principalmente St Louis seguem perdendo. Em pensar que há um mês atrás estávamos 12WCGB e agora estamos há apenas 4 jogos de uma vaga na sonhada pós temporada. Como eu disse anteriormente, eu acredito, mas se ficarmos pelo caminho, ao menos terá sido uma viagem muito divertida.

Philippe Aumont, que chegou aos Phillies quando enviamos Cliff Lee para os Mariners (thanks God he’s back), tem tido um papel fundamental concedendo alguma solidez para o Bullpen. Quem tem o ajudado nisso é o Josh Lindblom, que veio para os Phillies na troca por Shane Victorino. Outro chegado por trocas que tem ajudado o time é o Nate Schierholtz, que veio por Hunter Pence, que apesar dos números discretos, rebateu um importante walkoff single contra os Rockies. É lógico que eu prefiro Shane Victorino e Hunter Pence no time e que não tenho nada contra nenhum dos dois. É lógico que Pence é muito melhor que Schierholtz. Mas trazer alguns prospects pro time nos ajuda no long-run e principalmente no bullpen que tanto precisávamos…

Nos jogos contra os Marlins duas vitórias. A primeira na segunda-feira foi uma jóia assinada por Kyle Kendrick. Segundo a MLB, Cole Hamels trocou a plaquinha em cima do armário de Kyle Kendrick em homenagem as últimas aparições do #38. Antes era Kendrick #38. Agora é ACE #38. Contra os Marlins foram 5 IP de No Hitter e apenas 1 walk. Na 6 entrada, a No-No foi quebrado mas o brilho de Kendrick não. Sua aparição contou com 7.0 IP 2H 1R e 8SO. A corrida foi cedida num Sacrifice Fly na parte alta da sétima (Solano, Carlos Lee scores).

Já os Phillies foram impulsionados por um homer de 2 corridas de Domonic Brown na 5 entrada (Wigginton havia recebido um walk antes). Ainda na 5ª entrada, Martinez marcou após um Wild Pitch de Le Blanc. Depois desse inferno astral, Le Blanc foi sacado pelo impaciente Ozzie Guillen.

Os Bullpens atuaram muito bem e quase não cederam hits: apenas um para cada time. Nos Phillies atuaram DeFratus (0.2 IP, 1H, 2SO), Diekman (0.1 IP, 0 H) e Bastardo (1.0 IP, 0H, 2SO). Bastardo ainda conseguiu o seu primeiro save da temporada. Ele realmente está voltando a atuar como no último ano.

W: Kendrick (9-10)
L: LeBlanc (2-4)
S: Bastardo (1)

O segundo jogo foi disputado entre os pitchers Roy Halladay e Nathan Eovaldi e os Phillies venceram por um placar 9 x 7, num jogo com surpreendentes 26 rebatidas (11 Marlins x 15 Phillies). Doc não atuou muito bem e cedeu 5R em 6.1 IP (em apenas 7 Hits). Porém o ataque dos Phillies atuou de forma massiva arrancado corridas em 5 diferentes frames. Chase Utley conseguiu brilhantes 3-3 AB e 1 RBI. Domonic Brown, Jimmy Rollins e Juan Pierre também tiveram uma noite de múltiplas rebatidas, tendo Jimmy Rollins marcado 3 R e 3 RBI, no que pra mim foi a performance da noite.

Falando mais de Jimmy Rollins, ele capitalizou o erro dos Marlins da forma mais categorica possível. Na 6 entrada, o Catcher Rookie dos Mets Rob Brantly não conseguiu fazer a recepção de um infield popfly de Rollins. E engraçado qeu Rollins não correu após a rebatida! Depois da última polêmica, até pensei que ele poderia ser retirado do jogo mais uma vez por Charlie Manuel. Mas aí místicamente ele conseguiu fazer exatamente o que o Charlie Manuel disse que deveria fazer quando não quisesse correr: Rebateu um home-run no arremesso seguinte, impulsionando Roy Halladay que também havia conseguido um raro hit.

No Bullpen, Lindblom, Horst,  Rosemberg. Aumont e Papelbon atuaram. Lindblom cedeu 2R em 0.2 IP com Rosemberg eliminando o último jogador e fechando a sangria desatada da sétima entrada. Horst já havia entrado e saiu do jogo sem eliminar ninguém. Já Rosemberg conseguiu a eliminação com jogadores na primeira e segunda bases.

Papelbon fechou a nona entrada com 2 SO e o 33 Save do ano.

Com a vitória os Phillies chegaram pela primeira vez desde 4 de Junho aos .500 com o registro de 71 vitórias e 71 derrotas. Os Cardinals, Pirates e os Dodgers perderam seus jogos nos aproximando perigosamente da vaga do Wild Card. São apenas 4.0 GB. Daqui a pouco menos de 1 hora teremos a Serie Finale num confronto entre Cliff Lee e Josh Johnson. Uma vitória representaria, além de uma varrida nos Marlins, uma aproximação importantíssima da vaga.

Já são 6 vitórias seguidas. Não sabemos por quanto tempo vamos vencer e por quanto tempo os Cardinals/Dodgers/Pirates irão perder, mas esperamos que essa festa dure um pouco mais e que o nosso baseball perdure por outubro.

Go Phils!

W: Halladay (10-7)
L: Eovaldi (4-12)
S: Papelbon (33)

0 Responses to “Marlins vs Phillies”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Agenda

setembro 2012
S T Q Q S S D
« ago   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

RSS ESPN Baseball

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Twitter do Jack


%d blogueiros gostam disto: